quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Dica de leitura. Belo desastre.

Um dos livros que li a me apaixonei gente. Belo desastre tem de tudo de um romance. Brigas, cenas hilárias e um romance para lá de agitado, é claro. Com certeza vocês vão se apaixonar por Travis e Abby que formam o casal explosivo desse livro.

A nova Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa - e deseja - evitar.

Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento de Travis pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura.


Já deu para sentir o um pouco do drama né?
E agora para vocês terem uma ideia de como esses dois seriam, eu trouxe um vídeo com personagens fictícios que eu mesma fiz e que também está no meu canal do YOU TUBE.  
Com vocês, Travis Maddox e Abby Abernathy.

video

Aiai!!!!!!!!!! Não são lindos gente?
Mas como toda história tem dois lados, se vocês quiserem podem conhecer o ponto de vista do próprio Travis e se divertir, chorar, gritar com ele e depois se apaixonar por essa figura interessantíssima e lindo, lendo Desastre Iminente.





Toda história tem dois lados.
Em Belo desastre, Abby disse o que pensava.
Agora chegou a hora de conhecer os fatos pelos olhos de Travis.

Travis perdeu a mãe muito cedo, mas, antes de morrer, ela lhe ensinou duas regras de vida: ame muito, lute mais ainda. Tendo crescido em uma família de homens que gostam de jogos e lutas, Travis Maddox é um cara durão. Musculoso e tatuado, bad boy até o último fio de cabelo, ele leva uma mulher diferente para casa a cada noite. Até conhecer Abby Abernathy...
Determinada a se manter longe de problemas, Abby resiste com todas as forças ao charme de Travis, sem saber que assim só o deixa mais determinado a conquistá-la. Será que o invencível Travis "Cachorro Louco" Maddox vai ser derrotado por uma garota?






Boa leitura. Lembrando que não é um livro para crianças.
Dica: Tenha em mãos uma caixa de lenços.kkk


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

PÁSCOA - IDEIAS


EasterBunnyBottleFinaleartesanato de Páscoa fácil e idéia central
OS PASSOS A PASSO E MATERIAIS VOCE CONFERE NO SITE

ARTESANATO E CIA


                                                
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

BELAS IMAGENS - TONS DE AMARELO



















                                                         
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

JARDINAGEM - APRENDA A CUIDAR DA DIPLADENIA






essa é a minha
Feliz, mais uma linda flor adquirida aqui, vou ver se consigo manter,agora que estou mudando todas as flores de vasos para um canteiro, depois eu conto, mas segue as dicas que achei na net


Esta é uma trepadeira originária do Brasil que durante as épocas de maior calor (o ano todo se plantada nas regiões mais quentes do país) produz várias flores de tonalidade vermelha ou rosada.
Seus ramos chegam a cerca de dois metros e meio de comprimento, sendo assim possível criar cercas vivas de estatura média com essa planta, bastando ter um apoio para ela se enrolar.
Diferentemente de outras plantas, a Dipladênia não cria uma cerca muito densa, logo é aconselhável seu uso em lugares que se gostaria de ter uma cobertura de flores, mas não isolando uma área da outra completamente.
Essa planta não possui nenhum problema com o clima nacional e cresce bem ao sol, sem problemas de queimaduras graves mesmo em áreas de maior incidência.
Quanto ao solo onde essa planta deve ser criada, ela aprecia uma boa quantidade de nitrogênio proveniente de matéria orgânica para seu crescimento, além de florir melhor em locais ricos em fósforo, graças a isso ao plantá-la utilize uma boa dose de adubo orgânico e a cada alguns meses enriqueça o solo com fertilizante químico NPK rico em fósforo.
Irrigue sempre que o solo ficar ressecado, não deve-se encharcá-lo para evitar a proliferação de doenças, porém é bom que esteja bem úmido para a planta permanecer sempre resistente as altas temperaturas do país
PROPAGAÇÃO - SEMENTES OU ESTAQUIAS DE GALHOS SEMI-LENHOSOS

" na minha, infelizmente, alguns botões estão morrendo antes mesmo de abrir... ai ai assim fico triste"


fotos da net
Foto de Dipladenia

ESSA FOTO DE MEU CANTINHO VERDE, UM SITE TUDO DE MARAVILHOSO SOBRE PLANTAS







                                                 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Minas Gerais, curiosidades e seus mistérios.

Oi pessoal, hoje trago uma postagem sobre um lugar muito lindo aqui da minha cidade e que eu adoro. É o Corumbá. O Corumbá é uma pequena comunidade. Típica de Minas é tranquila, alegre, hospitaleiro e a natureza caprichou, para mim é simples e linda. Com muito verde, montanhas e agua, muita agua na época das cheias.


Fotos Juliana R. Santos

Dizem que lá já foi mar, a prova são as conchas e caramujos que se encontra perto das montanhas que são na verdade, pedreiras de calcário. Por isso a agua também é salubre pois desse das minas nas pedreiras. Minha cidade é conhecida pela quantidade de calcário que se extrai daqui.
Também dizem que o Corumbá já foi um Quilombo e muitos escravos se esconderam nas cavernas que ainda existem.Também é provável que lá tenha sido habitado por uma civilização bem mais antiga e a prova são as pinturas rupestres encontradas em alguns dos paredões.

Fotos Arquivos Municipal.
E finalmente chegamos a antiga estrada de chão que vai até Pains.

Estrada Velha de Pains. Fotos blog Sou dos Pains



É nessa estrada, que agora é chamada de Estrada Velha, que fica um lugar chamado Morro do Marruá. É logo após uma curva a esquerda e entramos  num pedaço da estrada que é escura por causa das árvores muito altas e a vegetação densa. Depois da curva, também a esquerda, vemos uma pedra enorme que parece fora da combinação do lugar.Diz a lenda que uma moça pediu carona para um caminhoneiro para ir até a cidade e ele a teria matado e escondido seu corpo atrás dessa pedra. Muitas pessoas contam que a noite, já viram uma mulher de branco no meio da estrada e sumir de repente atrás dessa pedra. Eu estive lá e o lugar é bem sinistro, estava fazendo calor, mas lá me pareceu meio frio, sem falar que do nada caiu um pingo de agua bem no meio do para-brisa do carro do meu pai e o sol estava limpo no céu. O fato mais estranho porém, é que as fotos que tirei saíram todas borradas. Vocês podem até achar que estou tentando criar uma história de terror, mas é verdade. Eu pretendo fazer uma outra postagem sobre isso com mais detalhes e vou voltar lá e tentar fotografar de novo.


Jequitibá perto da chegada do Morro do Marruá. Fotos blog Sou dos Pains
Mistério ou não, verdade ou não, o lugar dá um pouco de medo além de ser bem sinistro. Fica na ar a dúvida.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Culinária. Pão de alho.


Enquanto o churrasco não fica pronto, você pode preparar uma entrada prática e deliciosa para a turma toda. O Pão de Alho leva vinte minutos para ficar pronto e muito menos tempo para ser devorado.

 INGREDIENTES:
  • Qualy Cremosa
    250 gramas de Qualy Cremosa
  • Alho
    4 dentes de Alho amassados
  • Cheiro-verde
    1 maço de Cheiro-verde pequeno e picado
  • Baguete
    4 Baguetes médias
  • Queijo Parmesão
    Queijo Parmesão a gosto ralado
  •  MODO DE PREPARO:

  • Numa tigela, coloque a margarina, o alho, o cheiro-verde e misture até obter um creme homogêneo.
  • 02
    Preaqueça o forno em temperatura média alta (220 ºC).
  • 03
    Corte os pães em fatias finas, sem ir com a faca até o final do pão para não separá-las. Passe uma camada bem farta da pasta de alho entre as fatias e acomode o pão sobre uma folha de papel-alumínio, sem cobrir a parte de cima.
  • 04
    Polvilhe o queijo e leve ao forno por 20 minutos ou até dourar.

    FONTE: SADIA A VIDA COM S É MAIS GOSTOSA.

    DICA: Você também pode prepara-lo mais simples, usando pão francês, maionese e alho e em menor quantidade se você desejar. Também fica uma delícia. Meu irmão testou os dois modos e ficaram deliciosos. Bom apetite!!!!!!!!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

JARDINAGEM - ROSA DO DESERTO

Aqui vou eu, aprender como cuidar da minha nova paixão, que ganhei do marido, minha ROSA DO DESERTO...
Nome Científico: Adenium obesumNome Popular: Rosa-do-deserto , Adenium
Família: Apocinaceae 
Origem: Sul da África e Península Arábica
Ciclo de Vida: perene
Floração: praticamente o ano inteiro
Luminosidade: pleno sol ou meia-sombra
Propagação: estacas caulinares e sementes
Adenium Obesum pertence à família Apocinacea e é uma suculenta de aspecto escultural e floração exuberante. Conhecida popularmente como rosa-do-deserto, tem o caule engrossado na base (uma adaptação para armazenar água e nutrientes) que pode atingir um metro de diâmetro, e suas flores, em forma de trompete, possuem cores bem variadas, indo do branco ao vinho escuro, passando por diferentes tons de rosa e vermelho, podendo ainda apresentar mesclas e degradeés do centro em direção as pontas das pétalas. O florescimento acontece praticamente o ano inteiro, mas principalmente na primavera.
A rosa-do-deserto pode ser cultivada à meia-sombra, porém, florações abundantes só serão obtidas sob sol pleno (que é mais recomendado para essa espécie), e deve ser plantada em solo arenoso, com ótima drenagem, irrigado em intervalos esparsos e regulares. Mas não é bom deixá-la muito tempo sem regas e é preciso também prestar atenção para que o solo não fique encharcado, pois, apesar de ser uma planta bastante resistente, por ser originária de locais áridos, não tolera umidade excessiva e pode apodrecer facilmente. Ela também não tolera o frio abaixo de 10° C.
Dica importante: podas de formação devem ser criteriosas para não formar deformidades não naturais e cicatrizes feias na planta, mas se mesmo assim for podá-la, use luvas, pois sua seiva é altamente tóxica.

A MINHA, O MARIDO DISSE QUE EM TONS DE  AMARELO, JÁ SE VÊ MESMO UMA PONTINHA AMARELA SURGINDO...ANSIOSA



FOTOS DA NET:
adenium_obesum_11
Adenium obesum
FONTE TEXTO E FOTOS ACIMA

                                    

COMO FAZER MUDAS???



A Planta pode ser propagada por sementes ou por estaquia.
O método mais utilizado é o da estaquia.
- Cortar hastes da planta que se deseja multiplicar com aproximadamente dez centímetros de comprimento. A época mais indicada para fazer mudas é o final do verão.
- Colocar as hastes em local seco e sombreado, livre de umidade por uma semana, até curar a superfície cortada.
- Enterrar as hastes em um substrato com terra vegetal e areia grossa, na proporção de 2:1. Ou seja, duas partes de terra para cada parte de areia.
- Observar se os balainhos são dotados de furos para perfeita drenagem de água.
- Colocar os balainhos com as mudas em local que receba luz solar diretamente.
- Manter o substrato dos balainhos com boa umidade sem encharcar.
-No inverno a rosa do deserto entra em hibernação, perdendo a maioria das folhas. Diante disso, as regas nesse período, deverão ser reduzidas no máximo duas vezes por semana.
- Na primavera a planta acorda da dormência e começa a emitir folhas e flores em quantidades, então se faz necessário observar se é preciso transplantá-la para um recipiente maior acondicionando melhor as suas raízes.
- O verão é a estação em que a planta estará em seu auge, desde que tenha recebido satisfatoriamente, os tratos culturais durante todo o ano.


CURIOSIDADES
-Por ser uma planta típica do deserto, onde as estiagens prolongadas são constantes,  na época das chuvas, seu tronco se adapta para armazenar água e nutrientes em abundância, avolumando-se tanto, que deu origem ao seu nome: “obesum”.
- As flores têm a forma de taça com grande variedade de cores e nuances, desde o branco ao vinho escuro, passando por diferentes tons de rosa e vermelho, podendo ainda apresentar alguns toques de degrade.

                                                                                 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...