segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

JARDINAGEM - ROSA DO DESERTO

Aqui vou eu, aprender como cuidar da minha nova paixão, que ganhei do marido, minha ROSA DO DESERTO...
Nome Científico: Adenium obesumNome Popular: Rosa-do-deserto , Adenium
Família: Apocinaceae 
Origem: Sul da África e Península Arábica
Ciclo de Vida: perene
Floração: praticamente o ano inteiro
Luminosidade: pleno sol ou meia-sombra
Propagação: estacas caulinares e sementes
Adenium Obesum pertence à família Apocinacea e é uma suculenta de aspecto escultural e floração exuberante. Conhecida popularmente como rosa-do-deserto, tem o caule engrossado na base (uma adaptação para armazenar água e nutrientes) que pode atingir um metro de diâmetro, e suas flores, em forma de trompete, possuem cores bem variadas, indo do branco ao vinho escuro, passando por diferentes tons de rosa e vermelho, podendo ainda apresentar mesclas e degradeés do centro em direção as pontas das pétalas. O florescimento acontece praticamente o ano inteiro, mas principalmente na primavera.
A rosa-do-deserto pode ser cultivada à meia-sombra, porém, florações abundantes só serão obtidas sob sol pleno (que é mais recomendado para essa espécie), e deve ser plantada em solo arenoso, com ótima drenagem, irrigado em intervalos esparsos e regulares. Mas não é bom deixá-la muito tempo sem regas e é preciso também prestar atenção para que o solo não fique encharcado, pois, apesar de ser uma planta bastante resistente, por ser originária de locais áridos, não tolera umidade excessiva e pode apodrecer facilmente. Ela também não tolera o frio abaixo de 10° C.
Dica importante: podas de formação devem ser criteriosas para não formar deformidades não naturais e cicatrizes feias na planta, mas se mesmo assim for podá-la, use luvas, pois sua seiva é altamente tóxica.

A MINHA, O MARIDO DISSE QUE EM TONS DE  AMARELO, JÁ SE VÊ MESMO UMA PONTINHA AMARELA SURGINDO...ANSIOSA



FOTOS DA NET:
adenium_obesum_11
Adenium obesum
FONTE TEXTO E FOTOS ACIMA

                                    

COMO FAZER MUDAS???



A Planta pode ser propagada por sementes ou por estaquia.
O método mais utilizado é o da estaquia.
- Cortar hastes da planta que se deseja multiplicar com aproximadamente dez centímetros de comprimento. A época mais indicada para fazer mudas é o final do verão.
- Colocar as hastes em local seco e sombreado, livre de umidade por uma semana, até curar a superfície cortada.
- Enterrar as hastes em um substrato com terra vegetal e areia grossa, na proporção de 2:1. Ou seja, duas partes de terra para cada parte de areia.
- Observar se os balainhos são dotados de furos para perfeita drenagem de água.
- Colocar os balainhos com as mudas em local que receba luz solar diretamente.
- Manter o substrato dos balainhos com boa umidade sem encharcar.
-No inverno a rosa do deserto entra em hibernação, perdendo a maioria das folhas. Diante disso, as regas nesse período, deverão ser reduzidas no máximo duas vezes por semana.
- Na primavera a planta acorda da dormência e começa a emitir folhas e flores em quantidades, então se faz necessário observar se é preciso transplantá-la para um recipiente maior acondicionando melhor as suas raízes.
- O verão é a estação em que a planta estará em seu auge, desde que tenha recebido satisfatoriamente, os tratos culturais durante todo o ano.


CURIOSIDADES
-Por ser uma planta típica do deserto, onde as estiagens prolongadas são constantes,  na época das chuvas, seu tronco se adapta para armazenar água e nutrientes em abundância, avolumando-se tanto, que deu origem ao seu nome: “obesum”.
- As flores têm a forma de taça com grande variedade de cores e nuances, desde o branco ao vinho escuro, passando por diferentes tons de rosa e vermelho, podendo ainda apresentar alguns toques de degrade.

                                                                                 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

Crocheteando...momentos! disse...

E são bem lindas!
Vai gostar! É só esperar...bj

Lilian Silva disse...

que lindo jardim, bom dia!
te seguindo vem me seguir
http://liuartescia.blogspot.com/

M de Maria Ateliê disse...

Oi Lih,
Tudo bem?

A flor é linda!
Eu não me dou bem com flores e verdes.
Por mais que eu procure saber como cuidar, nada dura.
Nem as suculentas.
Você está preparada rs

bjs
Ótima segunda e semana!
Voltei hoje para a blogosfera.

SIMONE RODRIGUES MEDEIROS BOANERGES disse...

Que linda Eliane!!! Maridão tem bom gosto!!!! Ainda não tinha visto o tronco dela fica bonitinho parecendo uma cabacinha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...